Pular para o conteúdo principal

Jovem quer garantir seu futuro com imóveis: "Dura para sempre"


Há dois anos o empresário Marcos Ramos decidiu que iria economizar nos gastos pessoais para investir no mercado imobiliário de João Pessoa e assim garantir seu futuro. “Deixei, por exemplo, de viajar com meus amigos e também de trocar o carro para aplicar nos imóveis”, disse.
Marcos afirma que não investe em poupança nem em previdência privada, pois, na visão dele, o lucro seria muito pequeno. “Querendo ou não, o imóvel é uma previdência privada que vai durar para sempre, e quando quiser posso vender”, afirma.
Para o jovem investidor, não basta ter apenas a vontade de aplicar o dinheiro, é preciso tomar algumas precauções. “Foram dois meses pesquisando para escolher o melhor investimento. Tive que levar em conta a localização do edifício e a credibilidade da construtora. Também pedi ajuda ao meu irmão, que é corretor”, disse Marcos, que optou por comprar um apartamento que ainda estava na planta, pois os preços são mais baixos do que os já construídos.
Atualmente, Marcos tem 23 anos e já tem seu próprio negócio. A escolha do investimento foi um apartamento de 120 metros quadrados em Manaíra, bairro nobre de João Pessoa. Mas, como a compra foi na planta, ele vai ter que aguardar cerca de três anos para receber o imóvel. O objetivo é alugar ou vender o imóvel para pensar em novos investimentos.
Mesmo pesquisando antes de investir, Marcos sabe que corre alguns riscos. “A construtora pode quebrar, por exemplo, e aí é importante avaliar bem antes de escolher onde investir”, afirmou.

Palavra do especialista
Para o economista Celso Mangueira, Marcos está investindo bem o dinheiro. “A vida é uma questão de escolhas e ele está no caminho certo para a idade dele. Abriu mão de gastar o dinheiro com outras coisas para garantir o futuro”, afirmou. Ainda segundo o economista, os imóveis garantem estabilidade e caso o investidor passe por algum tipo de dificuldade financeira pode, em último caso, se desfazer do bem para quitar suas dívidas. “Um patrimônio é sempre um patrimônio”, concluiu o especialista.
Uma outra vantagem apontada por Celso é que o investimento, que começou de maneira despretensiosa, pode acabar virando a principal fonte de renda. “Se a pessoa tiver um ou dois imóveis pode até viver apenas do aluguel dos patrimônios”, destacou.
O economista Celso lembrou que nos últimos anos o imóvel teve uma valorização muito grande com os programas de incentivo do governo, mas que pode cair a qualquer momento, como aconteceu nos Estados Unidos. “A crise estourou em 2008, mas a desvalorização dos imóveis é sentida até hoje”, explicou.
Outro risco apontado pelo economista é que caso o investidor compre um imóvel financiado pode acabar não honrando as prestações e em um determinado momento ficar inadimplente. “Por fim pode até acabar vendendo o imóvel por um preço inferior ao que foi adquirido”, alertou o economista.
Já em relação à previdência privada, Celso Mangueira explicou que o objetivo é garantir uma tranquilidade no momento em que a pessoa se afasta da vida produtiva. “É uma questão de futuro. A previdência privada vai definir o quanto você quer em uma renda suplementar daqui a tantos anos”. Mas mesmo com a sensação de estabilidade, o economista lembrou que “todo investimento é um risco”. De acordo com ele, “não existe nada que garanta que daqui a 20 anos a empresa responsável pela previdência não estará quebrada”.
O economista aproveitou para dar algumas dicas sobre a previdência privada para Marcos. “Não sabemos se as condições que temos hoje serão garantidas logo após a nossa aposentadoria. É importante que ele avalie essa possibilidade, porque para países mais desenvolvidos essa é quase uma obrigação e está inserida na própria cultura, que no momento que precisar vai ter”.
De acordo com Celso, os jovens em geral pensam em curtíssimo prazo e consequentemente têm uma visão imediatista. “A previdência não dá retorno imediato, mas vai garantir o futuro”. Para o economista, o ideal é unir os dois interesses. “Com o dinheiro que sobrar do aluguel do imóvel, ele pode investir na previdência privada”.
Fonte: G1 Paraíba

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Imóvel na praia - conheça o que significa Laudêmio

O que é Laudêmio  É uma taxa a ser paga à União quando de uma transação com escritura definitiva de compra e venda, em terrenos de marinha. As taxas de ocupação ou foro são pagas anualmente, divididas em cotas. Os possuidores de imóveis localizados em áreas de marinha dividem-se em dois tipos: OCUPANTES (tem apenas o direito de ocupação e são a maioria) e os FOREIROS (os que têm contratos de foro e possuem mais direitos que o ocupante, pois têm também o domínio útil) - estão incluídos nessas categorias os moradores da Baixada Santista e demais cidades brasileiras. Conforme Decreto-Lei nº 9.760/1946, são terrenos de marinha em uma profundidade de 33 metros, medidos horizontalmente para a parte da terra, da posição da linha da preamar-média de 1.831:  a) Os situados no continente, na costa marítima e nas margens dos rios e lagoas, até onde se faça sentir a influência das marés;  b) Os que contornam as ilhas, situados em zonas onde se faça sentir a influência das marés. O que é Fo

ETAPAS PARA COMPRAR IMÓVEL ATRAVÉS DO FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO

1. Vantagens do Financiamento Bancário: O financiamento bancário é a forma mais ágil e prática para realizar o sonho da casa própria, sendo a modalidade mais procurada e preferida do brasileiro para compra do imóvel. Para se ter uma ideia, em 2018 mais de 228 mil imóveis foram financiados por essa modalidade. Dentre as vantagens, destacamos: - taxas de financiamento mais atrativas, o que torna mais agradável comprar um imóvel ao invés de pagar por um imóvel alugado, que ao final do contrato de aluguel, não será seu. - o contrato de financiamento bancário já tem o poder de escritura, ou seja, não há custos a mais.   2. O que é o imóvel ideal e como escolher: Comece primeiramente fazendo uma busca por um imóvel que lhe traga os benefícios que são importantes para você e sua família. Recomenda-se fazer um levantamento dos seguintes pontos que serão úteis na sua decisão: - Lazer...vou utilizar e ter tempo para todos os itens que o residencial oferece? - Mensalmente ha

João Pessoa no programa 50 por 1

Pôr do Sol do Jacaré e Areia Vermelha serão destaques Será exibido neste sábado (1º), meia noite e quinze, o Especial de Verão Paraíba do Programa 50 por 1, do apresentador Álvaro Garnero, da TV Record. Com a família, o apresentador conheceu os quatro cantos do mundo e, em 2007, suas viagens viraram seu trabalho, dando a oportunidade a milhões de telespectadores conhecerem os destinos turísticos por ele visitado. Considerado um dos melhores programas de viagens da TV aberta, o 50 por 1 tem como principal característica fugir dos roteiros tradicionais de viagens, atingindo um público de aproximadamente 8 milhões de telespectadores. A Paraíba foi um dos destinos escolhidos para o Especial de Verão exclusivo sobre o Brasil. Não se trata de um programa de viagens comum, mas um programa de experiências, porque, segundo Garnero, "um lugar não é para se ver, mas para se viver". E para viver Cabedelo, o apresentador visitou o Pôr-do-Sol de Jacaré e a Ilha de Areia Vermelha, divulga