Boa notícia: Caixa toma diversas medidas e reduz os juros para financiamento

A partir do dia 09/11/16 a Caixa irá baixar os juros do crédito imobiliário.

Isso trará um novo fôlego ao mercado da construção civil, já que a Caixa possui a maior participação de fornecedor de imóveis no País, com quase 67% de participação no mercado.

Essa medida irá impulsionar a queda de juros praticados pelos bancos concorrentes, proporcionando assim melhores opções de escolha para o consumidor.

Segundo a Caixa, esse é um reflexo da queda da taxa básica de juros (Selic), que foi reduzida em outubro para 14% pelo BC.
"O objetivo é contribuir para alavancagem de vendas de imóveis novos de construtoras parceiras e, consequentemente, atrair novos clientes para a instituição, com condições especiais no crédito imobiliário", informou a instituição.
Foram tomadas várias medidas pela Caixa para incentivar o setor da construção civil, sob a direção de Gilberto Occhi, no Governo de Michel Temer.

Essas novas taxas irão variar da mesma forma que a atual, dependendo do tipo de relacionamento que o consumidor desejará manter com a Caixa. Veja abaixo as principais medidas:

  1. O percentual foi reduzido em 0,25% ao ano para todas as taxas de pessoas físicas,  independente do tipo de relacionamento com o banco.
  2. O limite de financiamento para as famílias dobrou: de R$ 1,5 milhão para R$ 3 milhões, e aumentou o percentual que pode ser financiado.
  3. Destinou para as construtoras R $ 10 bilhões, reabrindo uma linha específica que permite que as operações sejam fechadas com 80% de execução das obras.
  4. Reformulou a linha que financia materiais de construção, o Construcard.
  5. Maior queda: clientes que adquirirem imóveis novos ou na planta, cuja construção tenha sido financiada pela Caixa, que optem por receber salário pela instituição. As taxas cobradas serão as mesmas destinadas aos funcionários públicos, que cairão de 1,22% para 9,75% ao ano. No caso de imóveis no SFH as taxas cairão de 12,5% para 10,75% ao ano, para imóveis enquadrados no SFI.
  6. Diminuição do limite mínimo de financiamento da poupança, de R$ 100 mil para R$ 80 mil; validos tanto para imóveis novos como também para os usados, dentro do SFH ou do SFI.Para empresas: as MPE os juros passarão de 14% para 13%, e para as médias e grandes empresas de 13,5% para 12,5%.

Essa é a alavanca que faltava para você buscar o seu novo imóvel!

Consulte nosso site e veja as melhores opções para você e sua família.
http://www.imoveisjoaopessoa.com.br/

Fonte: O Povo

Pesquisa comprova que viver perto do mar faz muito bem à sua saúde mental

"Independente do tamanho da cidade, estar próximo ao mar auxilia o relaxamento”.
Esta foi a conclusão de um estudo realizado pelas Universidades de Canterbury na Nova Zelândia e Michigan State nos EUA.

Foi analisada a influência de conviver com áreas “verdes” (as quais representam parques e florestas) e áreas “azuis” ( as quais representam uma visão do oceano) tem na saúde mental das pessoas.

Foram levados em consideração: a renda, a idade e o gênero dos participantes. O resultado demonstrou que quem tem maior contato com uma dessas duas áreas demonstra um comportamento mental mais saudável.

Demonstra-se que aparentemente, com esse resultado, quem mora em frente a uma área verde, um parque, também seria beneficiado por esse efeito. Mas, descobriram que, na realidade, somente as áreas azuis tem esse poder.

Segundo a co-autora do estudo Amber Pearson, isso pode acontecer devido ao fato de que o espaço azul que foi analisado é totalmente natural, enquanto o verde incluía as áreas alteradas por humanos - como campos esportivos e playgrounds -, além de áreas naturais como florestas nativas. "Quem sabe se tivéssemos olhado só para florestas nativas, poderíamos ter descoberto algo diferente".

Tanto no céu, como também no mar, a paisagem é impregnada da cor azul, a qual tende ser a cor favorita mais repetida em grande escala entre as populações, sendo provada que essa cor nos traz a sensação de calma e serenidade, auxiliando o relaxamento.

O visual do mar serve como um estímulo terapêutico e psicológico. Foi provado que a mistura do ar do mar com o som das ondas aumentam a criatividade e provocam um relaxamento que auxiliam no repouso noturno.

Seja em umas férias a beira mar, ou morando, a pessoa sente-se mais feliz e menos sobrecarregada. Soma-se a isso a ventilação, o sol, dentre outros que influenciam uma melhoria de saúde para todos.

Diante desses fatos não há dúvida: morar em João Pessoa lhe trará benefícios para vida toda!

Venha fazer parte desse grupo de pessoas privilegiadas!
Conheça e more em João Pessoa! Pode contar com nosso auxílio! 

Fonte: MDeMulher / Supertela

Cartilha de Manutenção dos Consertos do Imóvel Alugado

QUEM PAGA OS CONSERTOS NO IMÓVEL LOCADO As dúvidas são muitas quando se trata de  consertos no imóvel locado  e quem deve arcar com...