Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2018

Você sabe o que é arquitetura inclusiva?

  Quando retratamos sobre arquitetura inclusiva, abordamos que qualquer construção não se deve apenas permitir que pessoas com algum tipo de mobilidade reduzida participem de atividades que incluem o uso de determinados produtos, serviços ou informações, mas sim destinar estes serviços a qualquer público, independente da sua mobilidade ou não, eliminando barreiras e proporcionando ambientes adequados a todos.     Acessibilidade ainda é um tema pouco abordado no mercado da Construção Civil. Pessoas idosas ou com deficiência ainda enfrentam dificuldades diárias ao se locomover, por conta do mal planejamento de equipamentos e por um agregado de desrespeitos e omissões, sejam eles por parte do Estado ou dos próprios cidadãos. Por consequência ainda existe uma parcela da sociedade que são descartadas quanto a inclusão, que são as pessoas gordas. Grupos aos quais são vulneráveis e já estereotipados dentro de uma sociedade por estar fora dos padrões.       Quando retratamos sobre arqu

Caixa anuncia redução de juros e aumento do valor financiado para compra de imóveis

       A Caixa Econômica Federal anunciou nesta segunda-feira (16) a redução dos juros para financiamento da casa própria e o aumento do percentual do valor a ser financiado para compra de imóvel usado. As mudanças, que começam a valer hoje, são para linhas de financiamento que utilizam recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo.       Para compra de imóveis pelo Sistema Financeiro Habitacional (SFH), onde estão enquadrados os imóveis residenciais de até R$ 800 mil para todo o país, exceto para Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal, cujo limite é de R$ 950 mil, a taxa mínima de juros caiu de 10,25% para 9% ao ano. Recém entregue no Bessa com excelente localização. Foto: Pedro Valentim        Para imóveis enquadrados no Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI), cujos valores dos imóveis são acima dos limites do SFH, a taxa mínima caiu de 11,25% para 10% ao ano.        O percentual do valor a ser financiado dos imóveis usados subiu de 50 p

CEF está perdendo espaço no financiamento imobiliário

Segundo matéria veiculada pela Revista Veja em 01/04/2018, A CEF vem perdendo espaço para as outras instituições em relação ao financiamento imobiliário. Dentre os 5 principais bancos do país (BB, Bradesco, CEF, Itaú e Santander) apenas a CEF possui, no momento, uma taxa maior do que 10% a.a. Mediante a disputa entre as instituições bancárias, financiar um imóvel tem ficado mais barato, devido a redução das taxas de juros, com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). Diante desse quadro, a CEF já estuda baixar também suas taxas, com previsão do anúncio ainda para este mês. Em 2017 o Banco Santander deu o pontapé inicial, já abocanhando uma boa fatia desse mercado. Segundo o o superintendente executivo de negócios imobiliários do Santander, Fabrizio Ianelli no primeiro semestre do ano passado, a concessão de crédito imobiliário para pessoa física girava em torno de 300 milhões de reais por mês. Em janeiro deste ano foram quase 774,73 milhões de reais.