Pular para o conteúdo principal

Em João Pessoa, o prefeito Luciano Agra anuncia redução de 25% do ITBI no final do ano

O prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, assinou no final da manhã desta sexta-feira (16), em seu gabinete, uma medida Provisória (MP) reduzindo o Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) em 25% sobre seu valor. A redução vale até a quarta-feira, dia 27 de dezembro. “É uma medida de alcance social, visa diminuir as dificuldades administrativas e tributárias para a aquisição da casa própria e com isso, caminha para reduzir a zero o déficit habitacional da cidade de João Pessoa”, afirmou o prefeito.


AssinaturaMP_ITBI_fotoAdrianoFranco (1)
Segundo Luciano Agra, a medida vai beneficiar as pessoas de menor poder aquisitivo e muitos adquirentes de casas próprias que não tiveram tempo ou dinheiro para pagar os impostos. “A Prefeitura está dando esta oportunidade para que as pessoas regularizem as suas transações imobiliárias. É um prazo curto, porque estamos no fim do exercício, mas sem sombra de dúvidas, dá uma grande oportunidade para as pessoas saldarem seus débitos”, declarou.
O ITBI é cobrado pelo município em toda transmissão para um novo proprietário de imóveis novos e usados. Entre os tributos, ele é o segundo em arrecadação da PMJP, ficando atrás do Imposto Sobre Serviço (ISS).
O crescimento imobiliário da cidade também foi considerado como um ponto importante para a decisão pela redução do ITBI e o prefeito afirma que ela irá beneficiar também as empresas imobiliárias. “A cidade está passando por uma excitação do mercado imobiliário com o aumento sempre constante e progressivo dos preços e dos tributos. Muita gente ficou sem condição de fazer os pagamentos dos tributos mesmo que tenha adquirido a casa própria, e a prefeitura, sensível a essas reivindicações, resolveu não só atender ao requerente da casa própria, mas também às empresas, pois quando o adquirente não paga, o débito fica para as empresas”, explicou.
Tributação – O valor do tributo é cobrado em 3% sobre o valor do imóvel. O secretário-adjunto da Receita Municipal (Serem), Edinaldo Ribeiro Soares, explicou que o desconto de 25% incidirá sobre os 3% cobrados. Assim, um imóvel no valor de R$ 100 mil, pagaria R$ 3 mil de ITBI, mas com o desconto de 25%, que neste caso, é de R$ 750, o valor do imposto que deverá ser pago é de R$ 2.250.
Edinaldo lembra que a redução oferecida pela prefeitura chega em um momento oportuno, pois ocorre próximo aos pagamentos de 13º salários. “A redução é muito significativa e ajuda a todo mundo. As pessoas poderão aproveitar o pagamento do 13º salário. E devem aproveitar mesmo, pois é uma medida provisória que não será prorrogada”, disse
Segundo ele, não dá para mensurar quantas pessoas serão beneficiadas, pois a medida atinge a todas as classes sociais e bairros da cidade. Além disso, ele afirmou que a PMJP espera um incremento na arrecadação, já que, mesmo com a redução, um número maior de pessoas poderá aproveitar para realizar o pagamento do imposto.
O secretário adjunto explicou que muitas pessoas emitem o título para pagar o imposto, mas não pagam dentro do prazo e ficam em débito com a PMJP. “Se a pessoa não pagar o ITBI dentro do prazo do título, fica em débito e não pode nem mesmo tirar uma certidão negativa na Prefeitura”, declarou.
Recolhimento– As pessoas poderão retirar o título para o pagamento do ITBI em todos os postos de atendimento da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), nas Casas da Cidadania, no Paço Municipal, na Sub-prefeitura de Tambaú e na Secretaria da Receita no Centro Administrativo Municipal. O pagamento pode ser efetuado em qualquer agência bancária.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Imóvel na praia - conheça o que significa Laudêmio

O que é Laudêmio  É uma taxa a ser paga à União quando de uma transação com escritura definitiva de compra e venda, em terrenos de marinha. As taxas de ocupação ou foro são pagas anualmente, divididas em cotas. Os possuidores de imóveis localizados em áreas de marinha dividem-se em dois tipos: OCUPANTES (tem apenas o direito de ocupação e são a maioria) e os FOREIROS (os que têm contratos de foro e possuem mais direitos que o ocupante, pois têm também o domínio útil) - estão incluídos nessas categorias os moradores da Baixada Santista e demais cidades brasileiras. Conforme Decreto-Lei nº 9.760/1946, são terrenos de marinha em uma profundidade de 33 metros, medidos horizontalmente para a parte da terra, da posição da linha da preamar-média de 1.831:  a) Os situados no continente, na costa marítima e nas margens dos rios e lagoas, até onde se faça sentir a influência das marés;  b) Os que contornam as ilhas, situados em zonas onde se faça sentir a influência das marés. O que é Fo

ETAPAS PARA COMPRAR IMÓVEL ATRAVÉS DO FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO

1. Vantagens do Financiamento Bancário: O financiamento bancário é a forma mais ágil e prática para realizar o sonho da casa própria, sendo a modalidade mais procurada e preferida do brasileiro para compra do imóvel. Para se ter uma ideia, em 2018 mais de 228 mil imóveis foram financiados por essa modalidade. Dentre as vantagens, destacamos: - taxas de financiamento mais atrativas, o que torna mais agradável comprar um imóvel ao invés de pagar por um imóvel alugado, que ao final do contrato de aluguel, não será seu. - o contrato de financiamento bancário já tem o poder de escritura, ou seja, não há custos a mais.   2. O que é o imóvel ideal e como escolher: Comece primeiramente fazendo uma busca por um imóvel que lhe traga os benefícios que são importantes para você e sua família. Recomenda-se fazer um levantamento dos seguintes pontos que serão úteis na sua decisão: - Lazer...vou utilizar e ter tempo para todos os itens que o residencial oferece? - Mensalmente ha

João Pessoa no programa 50 por 1

Pôr do Sol do Jacaré e Areia Vermelha serão destaques Será exibido neste sábado (1º), meia noite e quinze, o Especial de Verão Paraíba do Programa 50 por 1, do apresentador Álvaro Garnero, da TV Record. Com a família, o apresentador conheceu os quatro cantos do mundo e, em 2007, suas viagens viraram seu trabalho, dando a oportunidade a milhões de telespectadores conhecerem os destinos turísticos por ele visitado. Considerado um dos melhores programas de viagens da TV aberta, o 50 por 1 tem como principal característica fugir dos roteiros tradicionais de viagens, atingindo um público de aproximadamente 8 milhões de telespectadores. A Paraíba foi um dos destinos escolhidos para o Especial de Verão exclusivo sobre o Brasil. Não se trata de um programa de viagens comum, mas um programa de experiências, porque, segundo Garnero, "um lugar não é para se ver, mas para se viver". E para viver Cabedelo, o apresentador visitou o Pôr-do-Sol de Jacaré e a Ilha de Areia Vermelha, divulga