Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2012

Imóveis prontos - solução e vantagem para quem não pode esperar

e on twitter O economista Geraldo Roberto Fernandes Soares disse que gostou do que viu quando optou por comprar um apartamento usado Apesar das vantagens da compra de um imóvel na planta, que é mais barato do que um já construído, há quem não possa aguardar por meses até a entrega das chaves. Seja pela necessidade imediata de moradia ou por preferir conhecer o empreendimento pronto, a opção é a ideal para grande parte dos consumidores. Diretor de prontos da Brasil Brokers/Gribel Pactual, Fernando Carnevalli confirma que a principal vantagem é o fato de o comprador poder fazer uso imediato do imóvel. Fora isso, há a possibilidade de escolhê-lo em um bairro ou região já consolidada, com infraestrutura desenvolvida. “Além disso, podem-se comprovar características como ventilação, nível de ruído, posição do empreendimento, segurança, entre outras, trazendo para o adquirente total conhecimento do que está comprando”, acrescenta. Há quem goste de pisar e conhecer o imóvel a

Novas regras da Caixa para financiamento da casa própria

A partir desta segunda-feira (11), passam a valer as novas regras da Caixa Econômica Federal para os financiamentos habitacionais. Pelo novo modelo, os mutuários terão mais cinco anos para quitar os empréstimos. A Caixa ampliou o prazo do crédito habitacional de 30 anos para 35. Os empréstimos serão feitos com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). Os financiamentos do SBPE beneficiam apenas os mutuários que ganham mais de R$ 5.400 por mês ou que adquirirem imóveis de mais de R$ 170 mil. A Caixa também reduziu as taxas de juros para essas modalidades. Para imóveis financiados pelo Sistema Financeiro da Habitação (SFH), as taxas caíram de 9% para 8,85% ao ano. Para os imóveis fora do SFH, os juros passaram de 10% para 9,9% ao ano. A instituição também ampliou o prazo dos financiamentos para a construção de casas e apartamentos com recursos da poupança. A partir desta semana, as construtoras e incorporadoras terão 36 meses para pagar os empréstimos. A

Promessa de construção = Registro de Incorporação!

  Registro do memorial de incorporação demonstra transparência e dá segurança ao comprador sobre intenção da construtora de entregar imóvel vendido na planta.      Obrigatório por lei, o memorial de incorporação, documento que deve ser elaborado antes mesmo do lançamento das obras, muitas vezes é negligenciado pelas construtoras, que não providenciam seu registro em cartório de imóveis antes de comercializar as unidades.       Isso acontece, na maioria dos casos, devido a irregularidades na documentação da construtora. Afinal, o registro do memorial de incorporação em cartório - como obriga a lei brasileira no4.591/1964, que dispõe sobre o condomínio em edificações e as incorporações imobiliárias -, exige que a construtora apresente documentos que comprovem idoneidade e condições financeiras mínimas, assegurando que o empreendimento será entregue. Prevenção sem garantia       "A existência do memorial não é garantia absoluta de entrega do imóvel, mas é uma cons

Valor do m² segundo pesquisa do CRECI/ PB em João Pessoa

Ontem o CRECI - PB divulgou a Pesquisa de Demanda Imobiliária demonstrando dados do mercado imobiliário. Segundo esta pesquisa, o valor do m² praticado na capital (ref. abril/12) é o seguinte: Bairro Valor do m² (R$) Tambaú 5.810,85  Cabo Branco 5.620,19 Manaíra   4.927,35 Miramar   4293,45 Altiplano  4.242,64 Bairro dos Estados 4.153,41 Jardim Luna   4.138,61 Jardim Oceania 3.092,50 Bessa   3.819,01 Tambauzinho   3.694,39 Aeroclube 3.554,39 Jardim 13 de Maio 3.429,11 Jardim São Paulo 3.260,29 Expedicionários 3.248,84 Torre 3.142,06 Castelo Branco 3.021,93 Bancários 2.815,73 Jardim Cidade Universitária 2.329,59 Portal do Sol 2.314,94 Água Fria 2.237,04 Ernesto Geisel 2.213,22 Rangel 2.1